quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Quando eu era moleque.

Quando eu era moleque, tinha esse lance com telescópios e canivetes.

Eu queria um telescópio para ver as estrelas mais de perto. Não sei ao certo o que esperava ver, mas queria tê-lo de toda forma. As várias funções do canivete me atraíam, além da cor vermelha com aquele símbolo da Victorinox. Certamente eu não o usaria pra quase nada, mas fazia todo o sentido ter um artefato com tantas funções dentro.

A idéia de uma clarabóia e de um jardim de inverno também me perseguia. Acho que a idéia do jardim veio do meu pai, mas soma-se a isso um comercial de atum Coqueiro onde havia uma palmeira dentro de uma sala. A clarabóia me permitiria dormir sob o céu estrelado sem sentir frio.

Por alguma falta de perspicácia juvenil, nunca imaginei associar meu telescópio à clarabóia.

2 comentários:

marinamarina disse...

já eu queria ser astronauta, pra ver a terra lá de cima

(você e a torcida do flamengo, marina)

Jon Kadocsa disse...

hahahah, pois é Marina!
EU também queria ser astronauta.
Mas queria ser astronauta e pintor ao mesmo tempo.
Pra poder pintar a lua e todo mundo ver a minha arte.
- digno de um leonino, heheh